Investimento em Coligada, Controlada e Empreendimento Controlado em Conjunto

Investimento em Coligada, Controlada e Empreendimento Controlado em Conjunto

menos de 1 minuto O contabilista que atua no setor de sociedades cooperativas pode se deparar com a situação onde haja investimento em coligada, investimento em controlada e empreendimento controlado em conjunto. A norma que rege estes casos é a NBCTG 18 R3, do Conselho Federal de Contabilidade, mas há possibilidade de haver dúvidas quanto a sua interpretação. Assista este vídeo e entenda os detalhes para a correta aplicação da NBCTG 18 R3.

Como contabilizar quando a Cooperativa decide Vender?

Como contabilizar quando a Cooperativa decide Vender?

menos de 1 minuto Como fazer a contabilidade correta de uma cooperativa a partir do momento em que a administração da mesma decide vender algum item do imobilizado? Quer saber mais sobre isto? Então assista este vídeo!

Receitas Com restrição e Sem restrição. Você sabe a diferença?

Receitas Com restrição e Sem restrição. Você sabe a diferença?

menos de 1 minuto Você já deve ter reparado que quando se analisa a Demonstração do Resultado de uma entidade do Terceiro Setor, o próprio modelo apresentado pela ITG 2002 segrega as receitas entre “receitas com restrição” e “receitas sem restrição”. Assista este vídeo e entenda um pouco melhor qual a diferença que há entre estes dois tipos de receita!

Como Contabilizar o Trabalho Voluntário para o Terceiro Setor?

Como Contabilizar o Trabalho Voluntário para o Terceiro Setor?

menos de 1 minuto Muitos contabilistas têm dúvidas quanto à correta contabilização do trabalho voluntário para as entidades do Terceiro Setor. Embora o trabalho voluntário seja feito sem cobrança financeira por parte do voluntário, é preciso dar atenção aos passos para se fazer o reconhecimento correto deste trabalho na Contabilidade da entidade. Quer saber mais? Então corre e assiste este vídeo!